Helena Varvaki – atriz

Teatro

O PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES (indicada como melhor atriz pelo 6º Prêmio Botequim Cultural), de Josep Maria Miró, direção Daniel Dias da Silva, 2017–2018.
THE TEMPEST, a partir da obra de William Shakespeare, sobre a plataforma VR KinoTheater, no Visgraf (IMPA). Uma pesquisa por novas formas de expressão combinando teatro e cinema com tecnologias de jogos e de realidade virtual, direção Manoel Prazeres, 2017–2018.
ABRAM ALAS PARA CHIQUINHA GONZAGA, de Filomena Chiaradia, direção Manoel Prazeres, VIII Circuito Musica Brasilis, 2017.
A OUTRA CASA (indicada como melhor atriz por quatro prêmios de teatro: 29º Prêmio Shell, 4º Prêmio Cesgranrio, 5º Prêmio Botequim Cultural e 5º Prêmio Cenym), de Sharr White, direção Manoel Prazeres, 2016.
UM ESTRANHO NO NINHO (eleita melhor atriz em papel coadjuvante pelo 4º Prêmio Cenym), de Dale Wasserman, direção Bruce Gomlevsky, 2015.
QUERIDA HELENA SERGUÊIEVNA, de Ludmila Razoumovskaia, direção Isaac Bernat, 2012-2013.
O FUTURO POR METADE, inspirado na conferência homônima de Mia Couto, direção Vitor Lemos, André Paes Leme, Oscar Saraiva e Alexandre Mello, 2012.
O DIÁRIO DE ANNE FRANK, de Frances Goodrich e Albert Hackett, direção Robert Castle, 2010.
A FRUTA E A CASCA, texto e direção Manoel Prazeres, 2008-2009.
A ARTE DE TER RAZÃO, direção Vitor Lemos, 2007-2008.
KSENI, ópera multimídia, de Jocy de Oliveira, 2006.
NAVALHA NA CARNE, de Plínio Marcos, direção Antonio Guedes, 2003.
ENTRE O CÉU E O INFERNO, direção Cristina Pereira, 2002.
AS MALIBRANS, ópera multimídia, de Jocy de Oliveira, 2000.
O MAIS FROUXO DOS DEUSES (indicada como melhor atriz em papel coadjuvante pelo Prêmio Mambembe), direção Flávio Desgranges, 1998.
PENÉLOPE, de Antonio Guedes e Fátima Saadi, 1995-2003.
MÃO NA LUVA, de Oduvaldo Vianna Filho, direção Dudu Sandroni, 1998.
JÁ NÃO PENSO MAIS EM TI, direção Marcia Rubin, 1995.
QUANDO NÓS OS MORTOS DESPERTARMOS, de Henrik Ibsen, direção Antonio Guedes, 1992.
O MONGE NIKODIM, direção Manoel Prazeres, 1991.
VIA CRUCIS DO CORPO, direção Manoel Prazeres, 1987.
A AURORA DA MINHA VIDA, texto e direção Naum Alves de Souza, 1984.

Cinema e TV

Marta em BAILE DE MÁSCARAS (a ser lançada), série, direção Flávio Tambelini e Eduardo Hunter, Giros Produtora, 2017.
Neida em A ÚLTIMA CHANCE (a ser lançado), filme, de Paulo Thiago, 2016.
Denise em AQUI AO LADO, filme, de Daniel Terra, 2015.
Sra Schnaider em FLOR DO CARIBE, novela, direção Jayme Monjardim e Leandro Nogueira, TV Globo, 2013.
Neide em O CRIME E O BURGUÊS, filme, de Adolfo Rosenthal, 2011.
Doutora Cristina em ARAGUAIA, novela, direção Marcos Schechtman, TV Globo, 2011.
Zélia em NOSSO LAR, filme, de Wagner de Assis, 2010.
Priscila em A CURA, novela, direção Ricardo Waddington, TV Globo, 2010.
Alice em AO MEU REDOR, filme, de Zhai Sichen, 2010.
Neide em FORÇA TAREFA, novela, direção José Alvarenga, TV Globo, 2009.
Neide em BELEZA PURA, novela, direção Rogério Gomes, TV Globo, 2008.
DEPOIS DO BIP, filme, de Nathalie Felippe e Victor Cury, 2007.
Participação em BELÍSSIMA, novela, direção Denise Sarraceni, TV Globo, 2006.
PENÉLOPE, filme, de Célia Freitas e Helena Varvaki, 2005. O curta-metragem participou dos festivais de Curitiba, Buenos Aires, Heidelberg / Alemanha, Cineport-2006, Santa Maria e Florianópolis.
AS LUZES FAZEM O ESCURO PARECER MAIS ESCURO, filme, de Luciano Perez, 2005.
A ENCOMENDA, filme, de Alan Minas, 2002.
Cris em ORGASMO TOTAL, filme, de Luis Abramo e Celia Freitas, 1998.
NÃO ME CONDENES ANTES QUE ME EXPLIQUE, filme, de Cristina Leal, 1998.
NOITE, filme, de Gilberto Loureiro, 1985.

Preparação de atores

VIDAS PARTIDAS, filme, de Marcos Schechtman, 2016.
SALVE JORGE, novela, direção Marcos Schechtman, TV Globo, 2012-2013.
ARAGUAIA, novela, direção Marcos Schechtman, TV Globo, 2010.
CAMINHO DAS ÍNDIAS, novela, direção Marcos Schechtman, TV Globo, 2008-2009.
ALTA ESTAÇÃO, novela, Rede Record, 2006-2007.
ANJOS DO SOL, filme, de Rudi Lagemann, 2006.